Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2018

Harmonizando destinos: Itália

Imagem
A Itália é um dos países europeus preferidos pelos turistas do mundo inteiro. Cada um que a conhece fica apaixonado, pois este país há tanto para mostrar que uma vida inteira ainda não bastaria para bem visitá-la e descobri-la por completo. Quando se vai à Itália, não adianta ter pressa; o ‘bel Paese’ é melhor quando visto devagar, saboreando sua linguagem e sua forma de se expressar. Assim, aproveitar o passeio curtindo em pleno relax, talvez até fazendo uma boquinha com um cappuccino e um brioche.
Os vinhos italianos A marca registrada dos vinhos italianos é uma grande elegância e classe, combinadas com tipicidade e muito charme. Os produtores italianos alcançaram uma grande melhora na produção de seus vinhos nos últimos anos, preservando, no entanto, as raízes do estilo clássico, maravilhoso e consagrado que encanta tantos enófilos pelo mundo afora. O país é o segundo maior produtor de vinhos do mundo, exportando mais de 1,55 bilhões de litros por ano. Sua produção/consumo interno é ain…

Harmonizando destinos: Chile

Imagem
“Chi-Chi-Chi-lê-lê-lê, viva Chile!”, é o que imediatamente vem a cabeça quando começamos a escrever sobre este país. Para quem não sabe, essa expressão é tão famosa por lá como o nosso “Ai, ai ai ai…, em cima, embaixo, puxa e vai”. O cântico é uma adaptação de uma das canções mais emblemáticas do país, criada por um jovem de 20 e poucos anos na década de 30. E até hoje é uma canção gostosa de ouvir e de cantarolar. Ela faz alusão a tudo que o Chile é: divertido, leve e cheio de emoção! Portanto, é crucial você prestar atenção nessas dicas para aproveitar ao máximo!
Os vinhos chilenos O Chile tem surpreendido o mundo com vinhos excelentes, de fantástica relação qualidade e preço, em geral, inspirados pelos melhores exemplares de Bordeaux, Califórnia e Austrália. Situado entre o Oceano Pacífico e a Cordilheira dos Andes, o país é 'protegido' da incidência de pragas conhecidas por atacarem vinhedos e prejudicarem a qualidade das uvas, abrindo espaço para o cultivo de uma ampla varie…

Harmonizando destinos: Argentina

Imagem
Os vinhos argentinos A colonização da Argentina começou com  os padres católicos, que foram responsáveis por plantar as primeiras vinhas na região – por volta do século XVI. As técnicas de vinificação iniciais eram baseadas nos povos Incas e Huarpes, que ocupavam as terras do país anteriormente. Os vinhos argentinos têm chamado muita atenção de críticos e apreciadores da bebida. Qual o motivo? A Argentina é a maior produtora de vinhos da América do Sul e um dos maiores mercados do mundo. Durante vários anos, os vinhos argentinos eram responsáveis apenas por abastecer o mercado interno, que tinha grande demanda e apreciava vinhos de estilo italiano, como o Chianti. A realidade com o tempo foi mudando, principalmente nos anos 1990, quando a moeda argentina começou a ser ligada ao dólar americano. Grandes investidores viram uma oportunidade de comprar vinícolas e produzir vinhos de boa qualidade na Argentina. A maioria dos vinhedos argentinos estão localizados em Mendonza, região com potenci…

Harmonizando destinos: Espanha

Imagem
Nos últimos anos, a Espanha converteu-se num dos destinos preferidos dos brasileiros. A aproximação e atividades culturais, compras, praias, vida noturna, esportes, religião e lugares históricos são os motivos mais citados pelos brasileiros para visitar o país, que junto a Portugal, forma a Península Ibérica. A gastronomia e a oferta de vinhos também são atrativos da viagem, assim como a língua, já que a maioria dos estudantes escolhem a Espanha como destino para aprender a língua espanhola.
Os vinhos espanhóis A Espanha é um dos países com a maior gama de opções para os amantes dos bons vinhos, oferecendo tintos, brancos e rosés com uma grande variedade de preços e estilos. Ao final do século XX, recebeu um impressionante montante de investimentos nas zonas vitivinicultoras, o que possibilitou a ampliação e variedade de sua oferta de rótulos, que vão desde vinhos bastante tradicionais - como os elaborados na Rioja, até vinhos modernos, cheios de fruta e complexidade, como os grandes vin…

Desde as primeiras videiras, até os dias de hoje. Conheça a história do vinho chileno!

Imagem
O vinho chileno é sem dúvida um dos mais famosos do mundo. Os números apontam que cerca de 70% da sua produção anual é destinada à exportação e o Brasil se apresenta como um dos principais compradores. A história da produção dos vinhos chilenos possui mais de 500 anos e começou com a chegada dos colonizadores espanhóis, que trouxeram as espécies de uvas adequadas para a produção da bebida. A partir de 1818, quando o país conquistou sua independência, os chilenos que possuíam maior poder aquisitivo viajavam para a França e de lá trouxeram novos hábitos que interferiram na produção de vinhos, transformando a produção da bebida em um lucrativo negócio. A geografia do país é bastante favorável e consiste num dos aspectos mais relevantes para que o vinho chileno seja tão famoso e o quarto maior exportador mundial de vinhos. O país é detentor de um território verticalizado, permitindo a produção de vinhos em quase toda sua extensão, motivo este também que propicia uma imensa diversidade de uv…

Vinícola Aurora: Cooperativa que há 87 anos escreve a história do vinho brasileiro de qualidade!

Imagem
por Gene Toscan e Luana Foscarini (parte do conteúdo publicado na Revista Terroir Boccati)
A origem da palavra Aurora está intimamente relacionada com a do latim aurum, que significa ouro. A palavra também está vinculada ao nascer do sol, o raiar do dia, àquilo que brilha como o ouro. Na mitologia romana, a deusa Aurora era responsável por sobrevoar os céus anunciando o começo de um novo dia. Para as 1.100 famílias produtoras associadas da Cooperativa Vinícola Aurora, todas descendentes dos primeiros imigrantes italianos, que chegaram à Serra Gaúcha em 1875, todo novo nascer do sol significa a oportunidade de trabalhar em seus terroirs para cultivar e produzir o seu melhor “ouro”: a uva. Do trabalho dessas famílias, aliado ao suporte e acompanhamento em todas as fases do cultivo dos técnicos e agrônomos da Vinícola Aurora, são produzidos anualmente mais de 70 mil toneladas de uva, resultando em uma produção de mais de 50 milhões de litros de vinhos, espumantes, frisantes, sucos e demais …

Vale Conhecer: Portugal

Imagem
por Eduarda D’Agostini (conteúdo publicado na Revista Terroir Boccati)

Na edição de primavera da Revista Terroir Boccati a coluna VALE CONHECER traz um pouquinho sobre “Portugal, dos brasileiros!”. Aqui no Blog da Boccati você confere esta interessante matéria.


PORTUGAL, DOS BRASILEIROS Um dia o Brasil já pertenceu à Portugal. Mas hoje, sem dúvidas, essa relação se inverteu. Portugal está dominado por brasileiros. O número de brasileiros que visitam Portugal aumenta a cada ano, sejam viagens de turismo, de negócios ou até mesmo aqueles que vão com o objetivo de viver aí, seja por um tempo ou em definitivo. Mas, não é só através do turismo que Portugal hoje depende do Brasil. Somos o principal cliente da exportação de vinhos. É mesmo, os vinhos portugueses caíram no gosto dos enófilos brasileiros. E juntando turismo e vinhos, nada melhor do que um programa de enoturismo pelo país. Portugal é um país pequeno, porém com muitas regiões diferentes umas das outras. O clima, por exemplo, varia sig…

Gabriela Hermann Pötter: ícone feminino dos Pampas!

Imagem
por Camile Calza
(conteúdo publicado na Revista Terroir Boccati)

Otimista, perfeccionista, sensível e inovadora. Esses são predicados que descrevem Gabriela Hermann Pötter (39), diretora técnica da Estância Guatambu na área da vitivinicultura. Ela introduziu “do zero” a atividade na propriedade da família e com isso, mostrou que a região da Campanha Gaúcha possui um grande potencial para a produção de uvas e vinhos. A vontade de somar surgiu quando Gabriela cursava Agronomia na UFRGS. Seus professores falavam sobre a excelência do clima da região dos Pampas para a produção de uvas viníferas. Inquieta, realizou estágios em vinícolas e assim que formada, em 2002, propôs a implantação de vinhedos na Guatambu, que já se dedicava à agricultura e à pecuária. No início, o pai, Valter José Pötter, estava um pouco relutante devido aos investimentos necessários, mas apoiou o projeto da filha com meio hectare da uva Cabernet Sauvignon. A cultura dos Pampas era bastante conservadora em relação a es…