Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2018

Vale Conhecer: Verona

Imagem
por Eduarda D’Agostini (parte do conteúdo publicado na Revista Terroir Boccati)
Na edição de inverno da Revista Terroir Boccati a coluna VALE CONHECER traz um pouquinho sobre “Verona: história, amor e muito vinho!”. Aqui no Blog da Boccati você confere um complemento desta interessante matéria. 


Famosa pela trágica história de amor entre Romeu e Julieta, Verona tornou-se a quarta cidade mais visitada na Itália e a segunda na região do Vêneto, onde está localizada. Com essa fama ganhou apelidos como “A Cidade dos Apaixonados”, “A Cidade do Amor Eterno”, entre outros, porém, apesar da ficção romântica, a cidade é cheia de história genuína. Uma das cidades mais interessantes da Itália, cercada por morros e cortada pelo rio Adige. Em Verona os palácios ilustram sua trajetória de riqueza e poder, são dois mil anos de história em uma área com pouco mais de 200km². Numerosas são as faces da esplêndida cidade de Verona, que preserva monumentos de épocas muito distintas, desde sua origem romana até…

Talharim ao molho bolonhesa com sugestão de harmonização

Imagem
Uma receita prática, perfeita para apreciar com os amigos e acompanhada de um bom vinho!


Ingredientes

Talharim

1 pacote de talharim fresco;
2 litros de água;
Sal a gosto (é importante não adicionar azeite na água, pois dificulta que o molho penetre na massa).

Molho Bolonhesa

700 g de carne moída;
1 colher de azeite de oliva;
1 colher de chá de açúcar;
1 cebola média;
1 tomate médio;
1 dente de alho;
1 molho Pomarola;
1 pitada de pimenta do reino;
Sal a gosto.

Modo de Preparo

Coloque em uma panela o azeite de oliva e a colher de chá de açúcar, deixe o açúcar dourar e coloque a carne moída para fritar. Depois que a carne estiver frita e cozida, acrescente a cebola, o tomate e o alho e deixe cozinhar até quase desmanchar. Acrescente o molho Pomarola e deixe cozinhar mais 3 minutos. Coloque 2 litros de água em uma panela, com azeite e sal a gosto. Quando essa água ferver, adicione o talharim e deixe cozinhar de 8 a 10 minutos. Assim que o talharim estiver al dente, desligue o fogo. Coloque o talharim no r…

Brasil destaque na produção de vinhos

Imagem
No último ano o Brasil teve grande destaque na produção de vinhos. Segundo a Organização Internacional da Vinha e do Vinho, o Brasil produziu 340 milhões de litros de vinho em 2017, um aumento de 169% em relação ao período anterior. Grande parte desse crescimento se dá pela recuperação da produção do Rio Grande do Sul, que teve queda acentuada no ano de 2016 devido condições climáticas desfavoráveis provenientes do El Niño, fenômeno que altera consideravelmente o regime de chuvas na Região Sul do país. Além da recuperação da produção gaúcha, vinícolas do Nordeste do país também tiveram crescimento considerável em sua produção. A vinícola Rio Sol fabricou 900 mil garrafas a mais do que a produção normal e a expectativa ainda é aumentar para a próxima safra. Esse bom momento da produção nacional contrasta com a queda mundial na produção de vinhos, países tradicionais da Europa como França, Espanha e Portugal, tiveram queda em suas safras, o inverno rigoroso percebido no último ano é o pri…

Vinhos para degustar no outono

Imagem
por Sommelier Denilson Santos (conteúdo publicado na Revista Terroir Boccati)


Que bela estação que nos brinda com toda sua beleza, antecede e nos prepara para o inverno. O outono é uma das melhores estações para degustação de vinhos tintos, devido às temperaturas mais amenas. Para combinar perfeitamente com a estação, que varia entre dias um pouco mais quentes ou um pouco mais frios, são indicados vinhos com as seguintes características: brancos mais untuosos, tintos frutados, de médio corpo e leve passagem por barricas de carvalho. Mas temos que cuidar ao escolher o vinho, pois não são todas as castas (tipos de uva) que combinam com o clima. A dica é optar entre Pinot Noir, Merlot, Syrah, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e alguns Malbecs mais leves. Acerte na escolha e reúna os amigos para degustar e aproveitar tudo que o outono tem a oferecer de melhor.

Reguengos Alentejo D.O.C. | Portugal Dal Pizzol Cabernet Franc | Brasil
Argento Selección Chardonnay | Argentina

Porta 6 Tinto | Portug…

A influência da madeira no envelhecimento do vinho

Imagem
por Sommelier Rodrigo Webber Drum (parte do conteúdo público na Revista Terroir Boccati)
Com madeira ou sem madeira? Eis a questão! O envelhecimento dos vinhos em barricas, principalmente em carvalho, é um assunto complexo que divide opiniões. Há aqueles que preferem um vinho sem passagem em madeira, optando por um vinho de caráter jovial, mais frutado e refrescante. Porém, para alguns paladares essa etapa beneficia o vinho, tornando-o mais complexo e interessante.

Nem só de carvalho vive o mundo do vinho, é possível encontrar aqueles que estagiam por determinado tempo em acácia ou cerejeira, apesar de não ser algo muito comum. Também já foram realizados testes com outras madeiras, como mogno, castanheira, entre outras. Entretanto, é possível afirmar que o carvalho é a madeira que melhor combina com o vinho. Além disso, une características importantes e determinantes para sua utilização, pois o carvalho é leve, maleável e ao mesmo tempo muito resistente e impermeável. Para entender um pou…

Receita RAR: Risoto de Açafrão

Imagem
Receita que prima por ingredientes de qualidade e muito sabor! :)

Ingredientes:

1 1/2 xícara (chá) de arroz arbório2 colheres (sopa) de azeite extra virgem1 colher (sopa) de manteiga1 unidade de cebola picada1/2 xícara (café) de vinho branco100g de queijo Gran Formaggio15g de açafrãoQuanto baste de salQuanto baste de pimenta-do-reino branca700ml de caldo de carne quente
Preparo:
Aqueça o caldo de carne com o açafrão. Em uma panela grande, refogue a cebola no azeite até começar a dourar. Adicione o arroz e mexa sem parar até aquecê-lo. Adicione o vinho branco. Tempere com um pouco de sal. Abaixe o fogo. Assim que o arroz absorver quase todo o vinho branco, adicione o caldo de carne aos poucos, cerca de 2 conchas por vez, mexendo sempre. Caso precise, adicione um pouco de água ao caldo. Prove o sal e tempere a gosto. Quando o arroz estiver "al dente" (demora cerca de 20 minutos), adicione o restante da manteiga e o queijo Gran Formaggio.
Rende 4 porções.

Boccati recebe Inovini Road Show 2018

Imagem
Degustação reúne oito produtores de seis países no dia 17 de maio
Sediado pela Boccati e promovido pela Inovini – divisão de vinhos da importadora Aurora, o Road Show 2018 vai reunir oito vinícolas que vão apresentar mais de 40 rótulos dos países África do Sul, Alemanha, Argentina, Austrália, Chile e Espanha.

O objetivo do evento é apresentar ao público uma amostra dos melhores vinhos de cada uma das vinícolas presentes. Vinhos de casas internacionalmente reconhecidas, como: Achaval-Ferrer e Doña Paula (Argentina); Dr. Loosen (Alemanha); González Byass (Espanha); Hardy’s (Austrália); Kumala (África do Sul); Los Vascos e Undurraga (Chile). Para harmonizar com os rótulos: risotos, por Inez Viozioli; massa no queijo Gran Formaggio RAR, por Alexandre Reolon; porchetta romana, por Giuseppe Giudizi; mesa de sobremesas, por Natalia Pezzi, além de frios variados, sanduíche de mortadela, antepastos e pães artesanais. Os pratos serão supervisionados pela nutricionista Catia Brunello. 
Além disso, o…

Regras gerais da harmonização

Imagem
A harmonização pode ser realizada seguindo quatro diferentes “regras”, são elas: a harmonização por tradição; por contraposição e concordância de sabores; pelo o corpo do vinho e estrutura do prato; e a harmonização por estação.

Através da harmonização por tradição, é possível harmonizar um prato regional ou local com um dos vinhos produzidos na mesma zona, para criar certa afinidade entre perfumes e sabores, obviamente respeitando certas regras na ordem de serviço, temperatura, etc. A contraposição e concordância de sabores é outro aspecto a ser considerado, conseguimos uma harmonização mais agradável quando o vinho expressa características opostas às do alimento. Quando um prato é particularmente gorduroso, será oportuno harmonizá-lo com vinho tinto de boa acidez e sápido, para poder contrastar com a untuosidade do prato e limpar a boca. Essa é uma harmonização por contraposição. O sabor doce de um alimento tende sempre a prevalecer, principalmente no caso de sobremesas. Como não exist…