Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

Espumantes para elas e por elas

Imagem
Post especialmente para as #mulheresdovinho. É nítido que a presença feminina no universo feminino vem crescendo com o tempo. Mulheres apreciadoras, enólogas, e outras até com seus nomes estampando rótulos. Entre sua diversidade de bebidas, a Boccati selecionou quatro mulheres que demonstram sua delicadeza, e ao mesmo tempo força, através de renomados espumantes.


Enóloga Filipa Pato

Filipa Pato é filha de um conhecido produtor bairradino, por isso teve a sorte de nascer no meio, conseguindo trilhar o seu próprio caminho através de um estilo de vinhos modernos e apelativos, que rapidamente conquistaram o paladar dos consumidores. As técnicas utilizadas na vinha e adega são um míx do tradicional e inovador, que espelham sua filosofia. Filipa Pato é uma das enólogas mais reconhecidas no mundo.
Filipa Pato 3B Brut Rosé

País: Portugal Região: Bairrada Uva: Baga/Bical
Além do Filipa Pato 3B Brut Rosé, a Boccati também trabalha com outro rótulo da enóloga, o Filipa Pato Blanc de Blancs.
Maria Valduga

Coleção Enogastronômica Boccati

Imagem
Para os apreciadores de vinhos e gastronomia, a Boccati possui sua Coleção Enogastronômica. São seis livros em formato pocket que passeiam pelo universo da gastronomia, dos vinhos, dos espumantes e das cervejas.
Elaborados por conhecedores, sommeliers, chefs e estudiosos do tema, os livros se dividem nos seguintes títulos: Vinho – Histórias, Particularidades e seus Destilados, de Roberta Malta Saldanha; Cozinha da Serra Gaúcha – Receitas Regionais daTradição Culinária e Azeite de Oliva e Vinagre Balsâmico, ambos de Maria Beatriz Dal Pont; Enogastronomia – O Mundo do Vinho e da Gastronomia Visto pelos Olhos de seus Maiores Admiradores, de Eduarda D'Agostini; Harmonização – Como Combinar Alimento e Bebida, de Paola Giusti Tedeschi; e Degustação – Manual Básico para Degustar Vinhos e Espumantes, de Eduarda D'Agostini, Jylson Carlos Carvalho e Rodrigo Webber Drum.

Os livros da Coleção Enogastronômica Boccatipodem ser adquiridos individualmente ou em caixa exclusiva, para presente, q…

Museu do Vinho em Bordeaux

Imagem
Às margens do rio Garonne, em Bordeaux, na França, La Cité du Vin (cidade do vinho, em português) abriu as portas no dia 1 de junho como o primeiro museu dedicado inteiramente ao vinho. A construção que custou R$ 330 milhões possui uma obra arquitetônica contemporânea que faz contraste com os prédios locais do século XVIII e XIX. A fachada do museu, composta por centenas placas de alumínio e vidro modelados por diversas curvas, corresponde ao movimento que o vinho faz enquanto está sendo colocado na taça.
A "cidade do vinho" conta inda com uma loja com 800 rótulos, sendo 200 franceses e os demais do resto do mundo. Espera-se que o museu receba cerca de 450 mil visitantes por ano, entre enófilos, sommeliers, crianças e adultos. A proposta da La Cité du Vin é falar sobre o vinho de forma didática e interativa, que atenda todos os públicos.
Fonte: Revista Adega 

Dia dos Pais: 7 dicas para presentear

Imagem
No próximo mês é Dia dos Pais :) Para ajudar na escolha do presente, a Boccati selecionou 7 dicas, seja para o pai que aprecia cerveja, vinho, espumante, whisky ou um bom churrasco. Confira!



Ref.: 20735 Leopoldina Caixa modelo exclusivo Boccati 1 cerveja Leopoldina Pilsen Extra 500ml 1 abridor para cerveja 2 taças para cerveja em PS 38,5x26x8,5cm R$53,90

Ref.: 18955 Catedral Caixa modelo exclusivo Boccati 1 vinho Catedral Dão Reserva 1 lata de castanha de caju 100g 4 mini trufas 1 pacote de damasco 40g 1 vidro de cerejas 100g 1 vidro de tomate seco 100g 29x25x8cm R$87,30


Ref.: 20709 Whisky Caixa modelo exclusivo Boccati 1 whisky Jack Daniel's 200ml 1 cantil de inox e couro 2 copos shot metalizados 50ml em PS 29x25,5x8cm R$94,70

Ref.: 13899.1 Caixa em madeira MDF 1 corta-cápsula 1 espiral para reposição 1 saca-rolhas automático com base 26,5x21,5x6,5cm R$109,80

Ref.: 17512 Aurora

Degustando o vinho: o exame olfativo

Imagem
Certamente você já leu algum dos inúmeros artigos publicados sobre os aromas dos vinhos. Porém, algumas questões nunca são totalmente respondidas: por que eles têm este ou aquele cheiro? Afinal, vinho não tem cheiro de uva?

É importante saber que até ficar pronto para ser consumido, o vinho passa por muitos processos que determinam a variedade, a complexidade, os tipos de aroma e o sabor que vão surgir na taça. Igualmente importante é saber que o olfato e o paladar são sentidos individualmente: pessoas diferentes percebem cheiros e gostos de formas diferentes. A percepção depende, inclusive, do que cada umtem arquivado na sua memória olfativa. Com algumas dicas e um pequeno treinamento, você verá que isso é bem mais simples do que parece.

Primeiramente, você deve criar sua memória olfativa. Crie o hábito de cheirar tudo o que ainda não conhece, pois só vai identificar no vinho aromas que já tiverem sido previamente arquivados na sua memória olfativa.

Na feira, por exemplo, perceba as dif…

Degustando o vinho: as cores

Imagem
Com a taça inclinada, vislumbram-se duas regiões do líquido: a central (ou olho) que possui coloração concentrada e a zona periférica (bordas ou anel) com cor menos intensa devido ao menor volume de vinho.
O tempo de vida da bebida constitui fator relevante quanto à coloração da mesma. Os tintos tornam-se mais alaranjados à medida que envelhecem, sendo que alguns adquirem cor de tijolo, tais mudanças podem ser bem observadas no “anel”, pois é a região que primeiramente sofre a transformação. Quanto aos vinhos brancos, o passar dos anos se reflete na sua  coloração acarretando variações que vão do amarelo-palha ao âmbar.
Principais variações de cor
Os matizes cromáticos, além de representar as características da uva, têm sempre um significado relacionado com a idade do vinho ou com seu estado de conservação.
Brancos



Amarelo com reflexos verdes
Coloração de vinhos jovens, com uvas colhidas antes de sua maturação completa, que passam por processos de clarificação e sem envelhecimento em madeir…

Degustação com o enólogo Luis Duarte na Boccati

Imagem
Na noite de sete de julho às 19h30min, a Boccati proporcionou aos clientes a oportunidade de degustar vinhos portugueses na presença do renomado enólogo Luis Duarte. Duarte é enólogo e administrador, eleito duas vezes pela imprensa Melhor Enólogo de Portugal e nomeado para o Prêmio Melhor Enólogo do mundo pela revista Alemã "Der Feinschemecker", ele coordena e gere a equipe da Vinícola Herdade dos Grous.


Os rótulos degustados foram: Rubrica Tinto, Rapariga da Quinta Reserva, Rapariga da Quinta Colheita Tinto, Herdade dos Grous Tinto e Herdade dos Grous Branco. Para acompanhar, os presentes puderam saborear risoto, tábua de frios, antepastos e pães variados.

Saiba mais sobre os vinhos:
Rubrica Tinto
Um grande tinto português, o Rubrica ostenta o segundo lugar no ranking dos melhores vinhos de 2013 da Wine Enthusiast, com 94 pontos na safra 2010. A mais recente (2011) saiu-se ainda melhor com 95 pontos. Trata-se de um sofisticado corte de várias uvas – Alicante Bouschet, Touriga N…

Mulheres que bebem vinho envelhecem melhor

Imagem
Novas pesquisas sugerem que as mulheres de meia-idade que degustam um par de copos de vinho por dia têm uma "velhice" mais saudável. Os cientistas afirmam que beber moderadamente pode levar ao "envelhecimento bem sucedido", e reduzir o risco de acidente vascular cerebral, segundo o jornal britânico Daily Mail.

Dois estudos realizados por pesquisadores do Hospital Brigham and Women's e da Universidade de Harvard, em Boston, usaram os dados de um estudo chamado "A Saúde das Enfermeiras", que começou em 1976 e pesquisou mais de 200.000 mulheres. O consumo de álcool na meia-idade de cerca de 14.000 mulheres que viveram até a idade de 70 foi analisado para descobrir quais os fatores que contribuíram para a "sobrevivência bem sucedida". Dr. Qi Sun, professor de medicina de Harvard que conduziu o estudo, analisou 1.499 mulheres que chegaram aos 70 anos livres de doenças graves, como câncer, e livres de deficiências ou problemas de memória. Olhando pa…