Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2019

Menu Outono: Sobremesa

Imagem
PERA CARAMELIZADA NO AÇAFRÃO COM CREME DE GENGIBRE por Chef Gabriel Lourenço - Escola de Gastronomia Sal a Gosto



Rendimento: 6 porções


Ingredientes: 3 peras duras 150ml de creme de leite fresco RAR 300g de açúcar refinado 100ml de água 5 anis estrelado 50g de açafrão da terra em pó 1 pedaço de canela 1 colher de gengibre finamente triturado Hortelã ou menta (para finalizar)
Modo de preparo: Coloque o açúcar com a água, o anis, o açafrão e a canela em uma panela e deixar ferver até virar uma calda. Corte as peras ao meio e retire as sementes. Coloque-as na panela e cozinhe por 5 minutos na calda. Após, desligue e deixe esfriar sozinho. Bata o creme de leite fresco com o gengibre a algumas folhas de menta picadas até o ponto de chantilly. Sirva com as peras geladas, fica uma delícia!
Essa sobremesa é uma intensidade de sabores! 

HARMONIZAÇÃOPor Jylson Carvalho
Asti Acquesi D.O.C.G.

Para harmonizar, a dica é uma de nossas novidades, a Acquesi. Uma asti com nível de doçor inferior ao de outras e que traz e…

Menu Outono: Entrada

Imagem
GRATIN DE BATATA E ALHO PORÓ por Chef Mateus Nora - Escola de Gastronomia Sal a Gosto
Rendimento: 4 porções
Ingredientes: 800g de batata branca 1 alho poró 2 ovos 200g de queijo parmesão ralado RAR 150ml de creme de leite fresco RAR 50g de manteiga Azeite extravirgem de oliva RAR Sal a gosto Pimenta preta moída na hora Tomilho fresco
Modo de preparo: Descasque e corte as batatas em fatias bem finas. Pique o alho poró. Em uma tigela, misture todos os ingredientes, exceto metade do queijo. Após, coloque em uma assadeira e arrume todas as batatas para que formem camadas. Polvilhe com o queijo e asse no forno a 160° por 1h. Retire, gele por 12h, desenforme e corte. Por fim, decore com o tomilho e queijo ralado.
A receita apresenta mais gordura, proveniente do queijo parmesão, que traz uma intensidade forte ao paladar. 

HARMONIZAÇÃOPor Jylson Carvalho


Espumante RAR Cuvee Brut


Como harmonização, sugerimos o RAR Cuvée Brut, um espumante que acompanha a complexidade do prato e tem acidez pronunciada para limpar…

Menu Outono: Couvert

Imagem
CREME DE MORANGA COM SALAME E CHICÓRIA por Chef Gabriel Lourenço - Escola de Gastronomia Sal a Gosto
Rendimento: 8 porções
Ingredientes: 1 moranga ou abóbora cabotiá pequena 500g de salame finamente picado 1 maço de chicória 300ml de creme de leite fresco RAR Queijo parmesão ralado RAR (para gratinar) Azeite extravirgem de oliva RAR Sal a gosto Pimenta preta moída na hora
Modo de preparo: Corte a “tampa” da moranga (ou abóbora) e raspar as sementes de dentro. Asse em forno médio-alto por 1h. Enquanto isso, refogue rapidamente o salame e a chicória picada. Após, misture com o creme de leite. Retire a moranga do forno e raspe a polpa interna dela, misture com o creme de salame e coloque para dentro da abóbora novamente. Para finalizar, gratine com o queijo ralado. Prato ideal para servir com torradinhas!
O prato traz o doçor da moranga, o paladar mais forte do salame e o amargor da chicória. São três aromas e três sabores diferentes. 

HARMONIZAÇÃOPor Jylson Carvalho

Latitude 33 Malbec



Assim, indicamos h…

Menu Outono: Prato Principal

Imagem
PANISCIA PIEMONTESA por Chef Gabriel Lourenço - Escola de Gastronomia Sal a Gosto



Rendimento: 6 porções
Ingredientes: 180g de arroz italiano 150g de feijão branco ou fradinho 250g de pancetta suína 200g de linguiça suína fresca 1 cebola 1 cenoura 2 talos de aipo 2 dentes de alho 1 folha de louro 100ml de vinho tinto 50g de banha suína 50g de manteiga Azeite extravirgem de oliva RAR Sal a gosto Pimenta preta moída na hora
Modo de preparo: Pique os legumes e refogue com a banha, a linguiça e a pancetta finamente picadas. Deglaceie com o vinho e deixe o álcool evaporar. Acrescente o louro, o feijão e 1,5L de água. Cozinhe na pressão por 40 minutos. Quando estiver pronto, toste levemente o arroz com azeite e cozinhe como se fosse risoto, acrescentando o caldo da panela. Quando estiver no ponto, coloque a manteiga e acrescente o conteúdo sólido da panela de pressão. Por fim, misture, corrija o sal e a pimenta e sirva!

HARMONIZAÇÃOPor Jylson Carvalho
Vinho Porta 6 Reserva

O prato é complexo e pede um vinho macio…

Maria beatriz dal pont: A dama do azeite!

Imagem
por Camile Calza (conteúdo publicado na Revista Terroir Boccati)

Muitas são as mulheres que se destacam, por isso resolvi ampliar horizontes em minhas páginas, Mulheres do Vinho agora é Elas. Conversarei não só com àquelas das vinhas, mas também, com as que fazem bonito na gastronomia, na cultura e na arte. E, para começar com chave de ouro... Maria Beatriz Dal Pont.
A Bea pode ser considerada uma grande presença feminina na gastronomia e, principalmente, no mundo dos azeites. É dona de um currículo admirável (poderia escrever várias matérias sobre ela), foi docente da Universidade de Caxias do Sul por 30 anos, atuando inclusive na Pró-Reitora de Pesquisa e Extensão. É a autora do projeto de implantação da Escola de Gastronomia UCS-ICIF, sendo diretora de 2002 a 2008. E não para por aí, ela ainda atuou na gestão de cursos internacionais. Inquieta, entusiasmada e determinada, Bea faz a diferença por onde passa!
A Paixão pelas Oliveiras
Bea começou sua relação com os azeites de oliva extravi…

Receita RAR: Mariscos refogados!

Imagem
Essa receita é ideal para reunir os amigos ou saborear com a família.

Ingredientes:
• 2 kg de mariscos com a casca
• 2 dentes de alho
• 1 chalota
• ½ copo de vinho branco
• salsa picada
• Azeite Campos Gourmet
• Sal e pimenta

Preparo:
Lave bem os mariscos e reserve. Em uma panela refogue os dentes de alho e a chalota finamente picada, logo após adicione os mariscos e deixe refogar por 1 ou 2 minutos, adicione o vinho branco e tampe a panela. Deixe refogar por alguns minutos até os mariscos todos abrirem, descarte os que se mantiverem fechados. Sirva a seguir.
Fonte: RAR

Vale Conhecer: Quando me perguntam por que Madrid...

Imagem
por Eduarda D’Agostini (conteúdo publicado na Revista Terroir Boccati)


Não estava nos meus planos falar muito sobre capitais, na verdade a ideia era dar dicas de viagens além do convencional e mostrar lugares que nem sempre estão nos roteiros. Particularmente, também não sou fã número 1 das capitais, sinto dificuldade em conhecer realmente a essência do país nessas cidades, até porque elas giram muito mais em torno do turismo, “criando” atrativos para os visitantes, quando às vezes a simples tradição local já seria o suficiente. Há pouco tempo eu não me lembrava de uma capital que me despertasse interesse em voltar, mas com Madrid minha história foi diferente. Hoje, é a cidade que escolhi para viver, mas no início também confesso que não me atraía muito. Minha primeira viagem para a Espanha e para a Europa foi quando eu tinha apenas completado 18 anos. É claro que preferi mil vezes Barcelona a Madrid, na verdade nem gostei muito de Madrid na época. Visitei Madrid outras vezes e, aos pouc…

Screw Cap: A polêmica tampa rosca...

Imagem
por Sommelier Rodrigo Webber Drum (parte do conteúdo públicado na Revista Terroir Boccati)
É comum ouvir “vinhos com tampa rosca são de baixa qualidade”, ou ver pessoas dispensarem um vinho simplesmente pelo seu tipo de vedação. Se você é destes que torce o nariz para um vinho com screw cap, acostume-se, a tampa rosca veio para ficar. Calma, realmente esse ainda é um assunto polêmico, e aqui trago informações para você poder refletir e conhecer um pouco mais sobre o assunto.
Screw cap é uma tampa rosca, utilizada para vedar diversas garrafas, como as de vinhos e azeites. É produzida em alumínio e revestida por uma camada protetora para evitar o contato do metal diretamente com a bebida.
Em geral, ao utilizar o screw cap se reduz o custo de produção, o que reflete no preço final do vinho. Mas, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não é só para isso que ela é utilizada. O produtor decide qual a melhor forma de vedação para o rótulo com base em uma análise técnica, estudando caso a ca…

Chefs Amadores: codorna recheada ao molho de morilles!

Imagem
por Chef Claudio Fitchner
Nesta receita, as codornas ficam muito melhores se forem desossadas, mas como dá muito trabalho, o prato também poderá ser feito com a ave inteira. Se forem desossar, esse seria o primeiro passo e recomenda-se que seja feito com a mão mesmo.
Ingredientes do recheio: Farofa de pão de forma ½ Cebola picada 1 Alho picado 80g de manteiga sem sal 100g de fígado de ave Pitada de tomilho Cognac
Modo de preparo do recheio: 1. Derreta a manteiga e refogue a cebola e o alho sem deixar escurecer. 2. Acrescente o fígado e o tomilho e deixe dourar por aproximadamente 5 min. 3. Tempere com sal e pimenta a gosto. 4. Faça o deglace com o cognac, deixe queimar o álcool, espere esfriar e misture a farofa, moendo tudo. 5. Recheie as codornas e tempere-as com sal e pimenta a gosto.
Ingredientes do molho ½ Cebola picada 1 alho picado 80g de Manteiga Cogumelos secos (recomenda-se o uso de morilles, mas pode ser feito com outros também) 150g de creme de leite Cognac
Modo de preparo do prato 1. Deixe os co…